Estudantes criam marcadores de livros com temática multicultural

Estudantes criam marcadores de livros com temática multicultural para as bibliotecas públicas do Condado de Montgomery (Estado Maryland, nos Estados Unidos).

Estudantes do ensino médio foram convidados a usar arte para expressar como eles se sentem sobre comunidade e cultura em Montgomery. Dezenas de estudantes reuniram-se no parlamento provisório de bibliotecas públicas do condado de Montgomery, quinta-feira (22/06/2017) para estrear a divulgação de suas novas obras que serão exibidas nas bibliotecas.

Ao total, 24 alunos tiveram a oportunidade única de criar marcadores que não só promovem a alfabetização, mas também as diversas culturas da comunidade por meio do “Multicultural Bookmarks Project“.  A parte de trás de cada marcador mostra os recursos disponíveis nas bibliotecas da cidade.

 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Crédito das imagens: http://www.mymcmedia.org/students-design-multicultural-bookmarks-for-montgomery-county-public-libraries/

 

Os marcadores foram impressos e distribuídos para todos os departamentos das bibliotecas públicas da cidade @MCPL. Cada aluno pode ilustrar com uma citação sobre livros, leituras ou bibliotecas. Alguns alunos vieram com suas próprias citações, enquanto outros escolheram citações de escritores famosos. Vários dos marcadores são bilíngues: em espanhol e inglês, bem como chinês, hebraico, hindi, tagalo e nepalês. Um ponto interessante que destaca realmente a função da inclusão multicultural e a bibliodiversidade.

O Projeto foi apoiado pelo Conselho de Artes e Humanidades do Condado de Montgomery, Amigos da Biblioteca, Art4Moore, Associação de Arte de Montgomery e Artivate.

“Eu projetei um marcador multicultural que é baseado em um balão de ar quente acima do mundo, que é representado como você é livre para explorar”

Katelyn Hinkel, estudante da nona série da Wheaton High School.

Clique aqui e veja o vídeo do projeto.

Divulgo a atividade para que possa servir de inspiração aos colegas.

Boas práticas devem ser disseminadas e replicadas, sempre.

Anúncios

20 cartazes vintage sobre livros e bibliotecas

cartazes vintage de bibliotecas

Uma coleção de cartazes sobre livros e bibliotecas vintage que vão desde o final do século 19 até a década de 50 do século 20. Pensadas para incentivar o hábito da leitura e a visita desses espaços.

Os cartazes foram projetados na maioria dos casos na primeira metade do século 20. Você verá exemplos não só dos EUA, mas também da Holanda e da Polônia.

Fonte original e que permite fazer o download dos cartazes: 20 vintage posters about books and libraries

“Semana de la dulzura”: um bombom por um beijo.

semana de la dulzura

Uma das datas comemorativas que mais gosto aqui na Argentina é a famosa e tão esperada semana da doçura. Começa no dia 01 de julho e decorre até o dia 7 do mês. A intenção é dar doces e guloseimas em troca de um beijo. Pense como é possível tirar uma casquinha nada inocente. (risos).

A Semana da doçura é uma invenção puramente argentina, ou seja, não existe em nenhum outro lugar do mundo e não foi adotado por qualquer país ou continente.

#Como começou

Nasceu em 1989 por iniciativa da empresa Arcor com ADGyA (Associação de Distribuidores de Guloseimas e Afins – em português) como parte de uma estratégia de marketing para aumentar as vendas.

O sucesso foi tão grande e acompanhado do slogan da campanha “una gulosina por un beso” estima-se que durante esta semana do ano  aumentou aproximadamente 20% a venda de doces. Pouco a pouco a semana foi se tornando um clássico momento onde todos podem aproveitar para presentear um doce a uma pessoa especial. A partir desse momento a semana de doçura foi implementada como parte da cultura argentina, tornou-se tão importante como o dia do amigo, mãe, filho ou pai.

Nesta semana, a ideia é ser amável e gentil com seus bens, seu trabalho e tudo ao seu redor.

#O lado amargo

Assim como o chocolate, também temos pessoas amargas e que criticam a semana festiva porque “a semana de doçura é uma invenção dos países do terceiro mundo para aumentar a ascensão do capitalismo”. [Não me venham com ideais de socialismo mal aplicado por favor!].

Também tem o grupo dos que acham estúpido esperar por sua esposa(o), namorada(o), peguete com um buquê de rosas no aniversário, comprar presentes no Natal ou ovos de chocolate na Páscoa, e, inclusive celebrar a Semana da doçura. Estas mesmo que tenham uma característica religiosa, notem que também possuem um vínculo religioso – e também capitalistas.

# Curiosidade (que eu me amarro)

pegadinha bombom

O ser humano é super criativo. Uma brincadeira que costuma fazer por aqui é o seguinte: Se 1 bombom vale 1 beijo. Uma caixa de chocolate um bom sexo (garchada – termo informal, não sei se vulgar para sexo), não?!

As baladas sabem muito bem como tirar proveito da ocasião, muitas delas já entregam doces no momento que a pessoa chega na balada e aí se instala um momento de azaração a noite toda. Sensacional!

Além das especulações e pensamentos divergentes, a semana de doçura existe e está instalada na Argentina com grande êxito! Não é a toa que no ano de 2015 está em sua 26a edição, é provável que, em pouco tempo veremos brasileiros, italianos, venezuelanos, espanhóis e outras nacionalidades dando doces e pedindo um beijo em troca.

Campanhas publicitárias que fomentam a leitura – parte II

Depois de Campanhas publicitárias que fomentam a leitura – parte I seguimos agora com outras novidades que merecem destaque.

Salve um livro, leia um livro.

Apelos para salvar os livros, porque todos os dias há mais e distintas ofertas mais elevadas para preencher nosso tempo de lazer. A agência desenvolveu uma campanha de impressão que ganhou o Prêmio Leão de Ouro em Imprensa no Cannes Film Festival. A campanha consiste em três páginas duplas: Moby Dick, Dom Quixote, O Pequeno Príncipe, três dos mais amplamente lido nos livros de história da humanidade.

Agência: Grey

Anunciante: Associação de Editores de Madri

Ano:2013

"Quando você passa tanto tempo na frente de um vídeo game, você mata não só os seus inimigos."

“Quando você passa tanto tempo na frente de um vídeo game, você mata não só os seus inimigos.”

"Quando você gasta tanto tempo jogando no seu celular, nem tudo o que destrói dá pontos".

“Quando você gasta tanto tempo jogando no seu celular, nem tudo o que destrói dá pontos”.

"Se você gasta muitas horas assistido a série mais vista da história, os protagonistas não serão a única coisa que você acaba perdendo".

“Se você gasta muitas horas assistido a série mais vista da história, os protagonistas não serão a única coisa que você acaba perdendo”.

Imagens originais no site da Agência. Disponível em: http://grey.com/spain/work/key/asociacion-editores2013/id/2507/

Um livro pode mudar a história de sua vida

Com essa campanha a agência asiática ilustra como “literalmente” um livro pode mudar sua vida. De que forma determinadas leituras podem possibilitar a mudança de direção em nossas vidas.

Agência: Y&R Beijing

Anunciante: Penguin Books, Inglaterra

Ano:2011

penguin1 penguin2 penguin3 penguin4 penguin5

 

Imagens originais no site: http://www.arq4design.com/tododesign/change-direction-adv-by-yr-beijing-agency-for-penguin-books/

 


 

Capturada em áudio

Em 2014, a mesma agência Y&R Beijing realizou uma nova campanha, desta vez para promover os audiolivros da Penguin, a campanha intitulada “Capturada em Áudio” que foi premiada na modalidade gráfica do Prêmio Clio Awards. 

penguin-book-grafica_014

As Aventuras de Sherlock Holmes, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_013

Frankenstein, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_008

Moby Dick, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_006

Alice no País das Maravilhas, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_004

Drácula, capturado em aúdio

penguin-book-grafica

Dia D – A invasão de Normandia, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_012

Dom Quixote de la Mancha, capturado em aúdio

penguin-book-grafica_015

Contos dos heróis gregos, capturado em aúdio

Campanhas publicitárias que fomentam a leitura – parte I

Estive realizando um 5S nos meus arquivos e observando umas coisas legais da minha rápida passagem pelo Curso de Produção Publicitária. Tive um insight e iniciei um levantamento na internet sobre campanhas publicitárias que abordam a temática da leitura. Me deparei com excelentes materiais e então vou desdobrar em vários posts. Para começar, selecionei algumas peças que foram lançadas por uma Livraria em Israel, chamada Steimatzky Bookstore.

Agência: ACW Grey Tel-Aviv, Israel

Ler estimula a tua imaginação

leer-estimula-tu-imaginación-cyrano leer-estimula-tu-imaginación-sherlock

Lançada em junho de 2014 pela Associação de Editores de Madri, com o tema “Ler estimula tua imaginação”. A mensagem é bem clara, reforçando a leitura como fomento a criatividade, dessa forma podemos despertar os “Sherlocks” ou “‘Cyranos” existentes dentro de nós.


Seu livro, seu elenco

Campanha de 2013. Entendi que se refere a liberdade individual de imaginar e construir o personagem como quiser. É interessante notar que combina a ideia de cinema e literatura: Drácula, Chapeuzinho Vermelho, Dom Quixote, Sherlock Holmes.

Steimatzky_little_red_riding_hood_aotw_0 Steimatzkydracula_aotw leer-estimula-tu-imaginación-sherlock Steimatzky_don_quixote_aotw_1


Um bom livro sempre te fará companhia

Apresenta uma proposta criativa bem executada. Estas peças me chamaram a atenção, sobretudo porque remete a leituras noturnas, quando estás num momento relaxado lendo um grande livro e as vezes pode acontecer que você se sente parte da história. Combina elementos de fotografia, iluminação e espaço, dessa forma consegue vender a ideia de entrar em um novo mundo através da leitura.

 steimatzky_bookstore_leitura_companhia6 steimatzky_bookstore_leitura_companhia1 steimatzky_bookstore_leitura_companhia2 steimatzky_bookstore_leitura_companhia3 steimatzky_bookstore_leitura_companhia4 steimatzky_bookstore_leitura_companhia5


Leia mais!

Publicado em 2008. Simples e funcional. A leitura amplia a sua mente e do conhecimento e pode proporcionar horas de diversão. Mas em um mundo onde a mídia digital tem tomado, como você levar as pessoas a ler mais livros? A resposta é você alertar o público para as consequências seu comportamento possa ter.

Steimatzky_lee-mas_2008

 Conhece alguma campanha interessante, comente. Quem sabe podemos construir juntos os próximos posts?