Como a tecnologia está mudando a maneira de gerenciar a coleção de vestuário teatral.

Um guarda-roupa gigante? 

Não. Essa é uma espécie de biblioteca do vestuário teatral da cidade de Buenos Aires. Nesse lugar se guardam vestuários, figurinos, cenários, sapatos, perucas, acessórios, etcétera, de obras teatrais que se realizaram nas salas do Teatro San Martin. Esse espaço é inédito ao menos na América Latina e se coloca a altura das referências em produção teatral do mundo, sendo portanto, uma instituição cultural de referência na cidade de Buenos Aires e para a Argentina.

Foi idealizada pela Fundación Amigos del Teatro San Martín, o Complexo Teatral de Buenos Aires (CTBA) inaugurou em Maio de 2015  um Centro de Vestuário de 600 m2, localizado na Rua Zabala 3654,  no bairro de Chacarita, construído especialmente para o armazenamento das 30.000 peças que integram sua coleção de vestuário teatral.

O Centro de Vestuário do CTBA foi projetado e  construído seguindo padrões internacionais para a  preservação de têxteis, com o objetivo de garantir as condições ótimas para o resguardo e a segurança dos figurinos.

Em uma colaboração sem precedentes entre a Fundação, as Secretarias  de Cultura e a de Desenvolvimento Urbano do governo da cidade, o CTBA se projetou, desenvolveu-se e implementou-se num programa para preservar e organizar as peças que integram a coleção embora de início a ideia foi de modernização informática para a gestão do vestuário cênico, adereços e cenografia, informou Paula Ramos.

Coleção tesouro

O emprego da palavra tesouro não é casual. Se denominam por sua confecção ou por haver sido usadas em determinada obra ou por algum ator muito reconhecido. Ademais, os itens do tesouro – por seu alto valor patrimonial (que considera o processo de desenho e a história individual) – merecem ser especialmente protegidas e por isso não podem sofrer modificações.

Gestão da coleção

Com o objetivo de organizar, classificar e documentar as peças que integram a coleção foi desenvolvido uma software XIRGU  (homenagem a atriz espanhola Margarita Xirgu Subirá) que possibilita a gestão inovadora em relação ao patrimônio.  Esse software gera informação confiável sobre cada vestuário e possibilita sua administração desde o momento de sua confecção até seu armazenamento, passando por sua historia sobre os palcos do CTBA.

Dentro do sistema informatizado, cada prenda pode contar com fotografias em excelente qualidade e possibilidade de aproximação para observar os detalhes, os bordados, os acessórios que a acompanham, numa quantidade excelente de detalhes que podem ser agregados por campos de metadados definidos pela equipe.

Centro de Vestuário do Complexo Teatral San Martín, Buenos Aires.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s