Buenos Aires: a cidade com mais livrarias no mundo.

 Livraria Ateneo Grand Splendid

Livraria Ateneo Gran Splendid. Construída em 1903 como teatro e utilizada até o ano 2000 como sala de cinema. Há 15 anos funciona como loja de livros. A maior livraria da América do Sul segundo o diário britânico The Guardian e é a segunda entre as mais belas, perdendo apenas para a curiosa Boekhandel Selexyz Dominicanen, em Maastrich (Holanda).

Me lembrei do primeiro dia que cheguei em Buenos Aires: a percepção das livrarias, dos cafés e principalmente a facilidade de encontrar pessoas transitando pelas ruas e no metrô lendo. Isso mesmo, lendo. O livro não é um objeto de enfeite ou adereço da construção de uma imagem culta das pessoas. Coincidentemente, essa cidade que respira cultura ocupa o primeiro lugar no mundo em quantidade de livrarias por habitante, segundo estudo da World Cities Culture Forum 2014*.

Mis viejos en la librería

Meus pais quando visitaram a Livraria Ateneo Gran Splendid

Segundo alguns colegas portenhos há uma certa inconstância nos dados e isso ocorre porque os dados são coletados através dos censos e não realizados de forma direta, o que podemos afirmar que os dados são indicativos e aproximados, não constituindo uma verdade absoluta. De qualquer forma é um motivo a mais para me deixar orgulhoso de ter escolhido essa cidade para cursar o mestrado.

IMG_0241

O termo livraria nesse estudo inclui todos os lugares de venda de livros na rua. Assim, considera-se além das livrarias propriamente ditas como as que conhecemos no Brasil, pode-se incluir os antiquários, sebos (livros de segunda mão) e não entendi muito bem se as bancas de revistas são contempladas aqui.

IMG_0252

Térreo da Livraria Ataneo Gran Splendid

Ao total, foram contabilizadas 467 livrarias, o que figura 25  para cada 100.000 habitantes. Ainda que a distribuição seja desigual pois em alguns bairros se concentram muitas e há outros que não há. Eu particularmente acredito que há mais livrarias que esta quantidade divulgada, basta realizar uma passeada pelos bairros (me refiro aqui a Buenos Aires , Capital Federal). Isso é um detalhe apenas, visto que tudo em Buenos Aires é relativamente perto ao considerar a mobilidade urbana de muitas cidades brasileiras.

Librería-El-Ateneo-Grand-Splendid

Vista geral do segundo piso da Livraria Ataneo Gran Splendid

* World Cities Culture Forum – é uma rede de políticas e pessoas de influência em que as principais cidades do mundo podem definir coletivamente uma agenda acionável para um futuro urbano sustentável através da cultura.O Fórum também realiza pesquisas comparativas sobre cidades membros para construir uma forte base de evidências sobre as formas amplas em que os impactos da cultura em uma cidade do mundo e seus habitantes.

Post inspirado na matéria original publicada no Jornal La Nación (26/02/2015). [Também disponível em linha:http://www.lanacion.com.ar/1771459-ciudad-lectora-buenos-aires-primera-en-el-mundo-en-librerias-por-habitante]

Anúncios

Um comentário sobre “Buenos Aires: a cidade com mais livrarias no mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s